Old Stock Race - Prova Noturna Resgata o Charme do Automobilismo
11/06/2018 - 23h26 em Old Stock Race
 

A nostalgia das antigas competições está de volta ao autódromo mais famoso do Brasil. A Old Stock Race, que já traz em sua essência a magia dos clássicos opalas que fizeram tanto sucesso nos anos 70 e 80 revive mais uma emocionante característica que contagiava a todos à época: as provas noturnas.
 

A etapa, marcada para o próximo dia sábado (16) e a primeira disputada à noite desde a criação da categoria está envolta num misto de charme e mistério, já que, dos pilotos que compõem o grid, apenas alguns mais antigos competiram em provas noturnas, como é o caso do carioca Jorge Schuback do opala 25 que competiu em diversas provas noturnas ao longo da carreira. "Participei da Copa Shell de Marcas e Pilotos por 12 anos, eram corridas longas e em boa parte, à noite. Quando acabou a categoria, corri muitas outras de curta e longa duração e uma delas foi uma Mil Milhas de Interlagos onde largaram 73 carros. Após irmos para o grid tivemos problemas no carro e largamos dos boxes, com chuva, que durou a noite toda nos trazendo um grande desafio" disse Schuback.

"Em relação à etapa noturna da Old Stock Race, o piloto ainda deu uma aula sobre o que os estreantes nesse tipo de prova irão encontrar: "As corridas noturnas são bem diferentes, principalmente a aproximação das curvas, o timing é outro devido à falta de visão em profundidade, precisamos ficar atentos as freadas e o mais importante é termos a visão das zebras, com faróis regulados em direção a elas. Se houver chuva ou nevoeiro o problema é ainda maior, os limpadores muitas vezes não dão vazão, pois com a alta velocidade eles não mantêm a aderência necessária ao parabrisas, fora o embaçamento interno, temos que ter uma boa entrada de ar para minimizar o efeito. "Tem também o problema dos faróis dos carros que vem atrás que incomodam um pouco e precisamos muitas vezes redirecionar o espelho retrovisor ou adotar um com sistema anti ofuscante." completou o piloto.

O Formato da etapa segue o mesmo das demais, com duas provas de 12 voltas ou 30 minutos de duração, onde os pilotos precisarão de uma dose a mais de habilidade nos 4.309 metros da pista de Interlagos que recebeu no inicio do ano diversos postes de iluminação instalados em pontos estratégicos do circuito, os quais foram devidamente testados por uma equipe composta por dirigentes da Fasp, organizadores de competições, equipes de segurança, resgate e também Georges "Grego" Lemonias, piloto e um dos organizadores da Old Stock Race, que teceu muitos elogios aprovando a iniciativa. "Fui convidado pela Fasp para fazer o teste na pista iluminada à noite por duas vezes. Demos varias voltas e gostei muito da iluminação, na maioria dos pontos nem é preciso utilizar o farol do carro e também são muito bem iluminados os pontos de resgate. Melhor ainda para o público assistir à corrida, acho esta será a primeira de muitas outras." comentou Grego.

A segurança é um quesito que demanda especial atenção nesta prova e para isso toda sinalização de pista, incluindo bandeiras e placas de advertência e frenagem serão confeccionadas em material refletivo, facilitando a visualização à noite. Os carros também terão numeração com adesivo refletivo, bem como serão equipados com quatro pontos de iluminação (faróis) dianteiros e lanternas traseiras além das luzes de freio já obrigatórias nas demais provas.

A Etapa, batizada de "Troféu Irmãos Clemente", homenageia os "Reis da Noite", Bird e Nilson Clemente, vencedores da primeira prova de longa duração no Brasil e logo com um opala! Para Bird, a importância do evento é fundamental, pois resgata a memória e traz de volta as charmosas corridas que lotavam o autódromo de apaixonados pelo automobilismo, muitos dos quais ficavam praticamente acampados nas áreas em torno do traçado antigo, de olho nos faróis que passavam a todo instante em alta velocidade. "A historia do opala de competição no Brasil é muito interessante. Eu tenho o maior orgulho de ter sido um dos protagonistas na época. Eu e meu irmão Nilson vencemos a primeira prova 24 horas de Interlagos em 1970, num opala ainda quatro portas três marchas, mas com um motor que era um "canhão", preparado por um time escolhido a dedo na época, um carro feito para vencer." disse o campeão. "Ser homenageado dessa forma e ainda mais numa competição onde os opalas são as estrelas, é uma honra sem igual, estou muito feliz em ver os novos talentos que estão brotando junto aos experientes pilotos que tantas glorias levaram ao nosso automobilismo." completou.

O lendário opala #80 onde Bird e Nilson Clemente venceram a primeira prova Mil Milhas Brasileiras  Foto:Arquivo Pessoal Bird Clemente.


Paulo Solariz, um dos criadores e diretor geral da Old Stock Race, também exaltou a grandiosidade do evento, que remete a um passado que ele pôde vivenciar de perto: "Provas noturnas são sempre um charme, possuem uma aura especial. Para nós da OSR e para mim em especial, que assisti a primeira Mil Milhas Brasileiras, promover uma etapa noturna, é um prazer sem igual!" disse Solariz.


 Paulo Solariz, diretor da Old Stock Race junto a um dos homenageados, o piloto Bird Clemente. Foto: Sergio Rodrigues/OSR.


Os opaleiros vindos de diversos lugares do Brasil prometem fazer uma grande festa neste sábado, lotando as arquibancadas que estarão liberadas a partir das 15h, com entrada pela Avenida Interlagos, portão T/L localizado em frente à caixa d'água da Sabesp.

Confira abaixo a programação completa:


16h45 - Treino Classificatório Old Stock Race
19h20 - Treino Classificatório Opala 250
19h45 - Desfile de Opalas e Caravans
20h15 - Largada Primeira Prova Old Stock Race
22h05 - Largada Opala 250
23h00 - Largada Segunda Prova Old Stock Race
 
Serviço:


4ª Etapa Old Stock Race - Troféu Irmãos Clemente.
Data: Sábado 16/06.
Entrada: Av. Interlagos, portão T/L (em frente à caixa d'água da Sabesp).
Abertura do portão: 15h00.
Arquibancada Gratuita.
Carros: R$ 30,00.
Moto: R$ 10,00.
Credenciais de Box: R$ 30,00.

Os opalas da Old Stock Race são equipados com pneus Pirelli, comandos de válvulas Kuir, discos de freio Fremax, anéis AFP e embreagens Ceramic Power.

 
Fotos:Humberto Silva/OSR, Barbara Bonfim/OSR e Sergio Rodrigues/OSR


Texto: Sergio Rodrigues

Comunicação Old Stock Race
imprensa@oldstockrace.com.br

 

 

 

 

COMENTÁRIOS