Old Stock Race - Rafael Lopes vence as duas provas da segunda etapa
09/04/2018 - 13h50 em Old Stock Race
O piloto do opala 54 foi o melhor no final de semana herdando uma vitória na primeira corrida e vencendo a segunda prova se aproximou da liderança.
 

Domingo de muita emoção em Interlagos com as duas provas válidas pela segunda etapa e o os amantes da Old Stock Race tiraram seus opalas e caravans mais cedo da garagem e  compareceram em massa para acompanhar de perto os clássicos seis cilindros e seus arrojados pilotos.

Por conta do calendário, a Old Stock Race fez o desfile das opaleiras apenas nesta etapa, ja que, em março não houve corridas da categoria. Com mais de 50 opalas, elas literalmente desfilaram pelos 4309 metros da pista mais famosa do Brasil.

Elas brilharam mais uma vez com um desfile só de mulheres, em homenagem ao dia Internacional da Mulher, comemorado em março passado. Foto: Barbara Bonfim/OSR


Após o magnífico desfile, chegou a hora de colocar os opalas mais velozes do Brasil para a disputa de mais duas eletrizantes provas e já na largada da primeira prova, Tiago Gonçalves que ocupava o segundo lugar  na primeira fila ao lado do pole Rafael Lopes (54), pulou para a ponta no S do Senna e passou a ditar o ritmo da corrida. Porém era nítido o bom rendimento do carro de Rafael, que atacava insistentemente o líder obrigando-o a adotar um traçado defensivo não dando chance de se distanciar de seu oponente. "Meu carro era muito bom mas o Tiago com sua experiência e bagagem me ultrapassou na largada, Eu tinha consciência que podia atacá-lo e me manter na briga da liderança, porém faltando quatro voltas o rádio da equipe me avisava que o Renan estava se aproximando, devido à nossa disputa, então pensando no campeonato eu adotei outro ritmo para não colocar tudo a perder, dando prioridade a garantir o segundo lugar" disse Lopes.

 

Largada da primeira prova. Foto: Humberto Silva/OSR


Rodrigo Helal, que largou em oitavo também obteve um bom ritmo e conquistou varias posições ao longo da prova, chegando a ficar em quarto lugar durante algumas voltas incomodando, inclusive Pedro Pimenta, o terceiro no grid e atual líder do campeonato
Renan Guerra (93) na segunda fila resistiu aos ataques de Pimenta, que largando ao seu lado e durante um algumas voltas pressionou bastante, porém, após conseguir se livrar do opala 51, Guerra partiu ao ataque dos líderes, passando varias voltas na perseguição e aguardando um erro dos adversários, para tentar uma ultrapassagem, mas essa chance não veio e restou cruzar a linha de chegada em terceiro. "Na largada eu tive problemas e perdi duas posições, mas consegui logo em seguida ultrapassar o Rodrigo Pimenta do opala 22, depois sofri um pouco para ultrapassar o Pedro Pimenta e enquanto isso fui me aproximando dos lideres e tirando um ou dois décimos a cada volta mas ai eles conseguiram manter um ritmo bom e só me restou me manter firme aguardando um erro de algum dos dois para eu poder tentar a ultrapassagem, mas não consegui." Disse Renan.
Ao final de 12 voltas e muita perseguição, Tiago Gonçalves recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar porém após a prova os comissários desportivos acrescentaram 20 segundos no tempo do opala numeral 11 em virtude de um corte de traçado na largada, fazendo Gonçalves  cair para quinto lugar. Com isso, Rafael Lopes foi declarado vencedor, seguido de Renan Guerra (93) em segundo  e Pedro Pimenta (51) em terceiro. Completaram o pódio João Ometto Neto (75) em quarto e Tiago Gonçalves em quinto.

O resultado final da primeira prova ficou assim:

 

Pos  Number Competitor Total Time      Diff Lap Best In Lap  
1 54 Rafael Lopes 24:20.442 0.000 12 2:00.110 1  
2 93 Renan Guerra 24:24.170 3.728 12 2:00.172 2  
3 51 Pedro Pimenta (M) 24:32.328 11.886 12 2:00.110 2  
4 75 João Ometto Neto 24:36.300 15.858 12 2:01.130 2  
5 11 Tiago Gonçalves 24:39.045 18.603 12 2:00.043 1  
6 64 Marcos Philippi 24:44.339 23.897 12 2:01.450 4  
7 25 Jorge Schuback (M) 24:51.859 31.417 12 2:00.985 3  
8 18 Georges Lemonias (M) 25:00.957 40.515 12 2:01.040 3  
9 38 Rodrigo Leite 25:05.051 44.609 12 2:02.794 5  
10 9 Amauri Biem 26:18.519 1:58.077 12 2:06.893 2  
11 172 Glauco Barros 25:00.556 0.000 11 2:11.955 5  
12 45 Daniel Kelemen 26:10.047 1:09.491 11 2:04.729 5  
13 3 Ricardo Alvarez 26:17.721 1:17.165 11 2:03.735 5  
14 78 Arnaldo Santos (M) 26:32.884 1:32.328 11 2:07.105 3  
15 113 Rodrigo Helal 25:18.911 0.000 3 2:03.166 1  
16 59 Henrique Lamberti (M) 9.529 0.000 - 0.000 -  
DQ 22 Rodrigo Dimas 24:38.567 0.000 12 2:01.283 2  


Os opalas alinharam novamente para a segunda prova e às 11h20 foi dada a bandeira verde para mais 12 voltas, novamente com Rafael Lopes na pole e agora ao seu lado Felipe Matos, que assumiu o opala numeral 93 das mãos de Renan Guerra.
Lopes administrou a largada mantendo a ponta e ja ditando o ritmo da prova, enquanto isso na reta oposta Mato foi acertado por Carlos Gomes do opala 172 e rodou, sendo ultrapassado por Pedro Pimenta trazendo João Ometto Neto com o opala 75, Jorge Schuback e Rodrigo Helal (113) que agora disputavam a segunda colocação na prova.

Largada da segunda prova.  Foto: Humberto Silva/OSR


Na sexta volta Rafael Lopes já passava pelo ponto de cronometragem com oito segundos de diferença para os demais e na sequência vinham os protagonistas da que seria a mais emocionante batalha no final de semana: na disputa pelo segundo lugar, Pedro Pimenta foi ultrapassado por Rodrigo Helal, que com o um vazamento no reservatório de óleo que, vez ou outra atingia as partes do motor gerando muita fumaça, atrapalhava Pimenta tornando muito mais difícil para o piloto do opala numeral 51 adotar uma estratégia de ultrapassagem "Eu vinha num bom ritmo, porém após ele me ultrapassar, a fumaça que saia do opala dele chegava a arder os olhos, tirando minha concentração, me fazendo com isso alterar o traçado para poder enxergar." disse Pedro Pimenta. Mesmo com toda dificuldade, Pedro não deixou Rodrigo abrir distancia e volta a volta tentava de alguma forma ultrapassá-lo. Ometto vinha assistindo tudo, quando Grego Lemonias se aproximou e ultrapassou o carro 75, assumindo a quarta colocação.
No final, com uma corrida bem administrada e 12 segundos de vantagem, Rafael Lopes cruzou a linha de chegada em primeiro com Rodrigo Helal em segundo e Pedro Pimenta em terceiro.Completando o pódio, Grego Lemonias em quarto e João Ometto Neto em quinto.

Confira abaixo o resultado geral da segunda prova:

 

Pos Number Competitor Total Time Diff Laps Best Lap
1 54 Rafael Lopes 24:54.485 0.000 12 2:02.227
2 113 Rodrigo Helal 25:07.165 12.680 12 2:04.073
3 51 Pedro Pimenta (M) 25:07.677 13.192 12 2:04.436
4 18 Georges Lemonias (M) 25:09.855 15.370 12 2:04.315
5 75 João Ometto Neto 25:10.729 16.244 12 2:04.578
6 64 Marcos Philippi 25:25.533 31.048 12 2:05.823
7 3 Ricardo Alvarez 25:31.893 37.408 12 2:06.500
8 11 Molly Robson 25:42.168 47.683 12 2:06.357
9 38 Vinicius Leite (M) 25:42.701 48.216 12 2:06.865
10 9 Marco Maragno 26:03.514 1:09.029 12 2:07.591
11 45 Daniel Kelemen 26:33.139 1:38.654 12 2:09.010
12 59 José Oliveira (M) 26:38.106 1:43.621 12 2:11.499
13 172 Carlos Gomes 25:16.358 0.000 11 2:14.333
14 93 Felipe Matos 25:54.897 38.539 11 2:06.625
15 22 Djalma Fogaça 13:57.151 0.000 6 2:05.951
16 25 Jorge Schuback (M) 4:17.879 0.000 2 2:08.312


A próxima etapa da Old Stock Race está marcada para o dia 20 de maio em Interlagos.

Old Stock Race - A Emoção Está de Volta!

Fotos:Humberto Silva/OSR e Barbara Bonfim/OSR

 

Sergio Rodrigues MTB 71381
Comunicação Old Stock Race
imprensa@oldstockrace.com.br
COMENTÁRIOS